terça-feira, 18 de setembro de 2012

Desabafo... só isso e um domínio próprio.

  Hey Divas!

  Sabe aquelas coisas que às vezes te faz pensar por dias? Que te deixa meio down e confusa? Às vezes as coisas não saem como queremos e pra piorar tudo começa dar errado, e parece que nada tá bom. Todo mundo já teve isso algum dia...
  Tem conflitos na nossa cabeça que mais parecem a guerra do Iraque, explosões, tristeza, parecem até voar membros de vez em quando. 
  Nunca pensei, por nenhum momento, em desistir do blog, juro, mas há alguns dias essa ideia ficou muito frequente, tipo, parecia que eu não tava mais feliz saca? Sou uma tremenda perfeccionista, só que não faço nada certo, então imagina a dificuldade de conviver com isso. É tão difícil eu me entender muitas das vezes, não sei se com vocês isso acontece, mas parece que sou uma incógnita, até mesmo pra mim. Não consigo saber o que quero e o que eu não quero, a distinção das coisas fica difícil. Às vezes acho que são muitas coisas pipocando na minha cabeça, fritando, quebrando tudo. Muitas ideias, muitas coisas pra fazer, muita confusão... e no fim parece que na verdade tudo é nada, por que não consigo colocar em prática, realizar, e isso me deixa tremendamente frustrada, como se eu fosse o pior ser da terra, me culpo o tempo todo e me odeio, por isso às vezes explodo e tudo fica pior. Às vezes parece que eu não atendo às minhas expectativas, que meus assuntos não são bons realmente, que não consigo fazer nada interessante pra vocês, que tudo que eu posto é uma merda, e me sentir assim é péssimo, mas de todas as vezes essa foi a pior.

  Não sei o que se passa, mas o problema sou eu, minha cabeça. Não é natural uma pessoa querer fazer tudo e ser boa em tudo, e eu sei, mas não me conformo... talvez eu não tenha paciência com o processo, sei lá... Não tem nada pior do que se sentir desmotivada em tudo, e o pior, pela pessoa que jamais poderia se sentir assim, você. Não me sinto uma boa companhia pra ninguém, nem pra vocês, nem para o Sr. Namorido, nem pra mim.
   Sei que parece covarde e doentio, mas é assim que acontece, e quem sou eu para pintar aqui uma vida perfeita se nem mesmo gosto dessa definição de vida? 
  Quero ser tudo, mas no fim sou nada, não sou capaz de definir o que eu quero e o que eu não quero. Sou incapaz de chegar a uma conclusão sobre meu curso, vivo em crise com isso e não é normal. Queria ter coragem de largar tudo, mas aí vou fazer o que se eu nem sei se gosto ou não? Pra mim eu deixava tudo para trás, mas não dá, não posso. Me dói... Parece que não está nada certo...
  Pensei ontem a noite inteira sobre a hipótese de parar com o blog, por que se não for pra ser legal que não seja, eu penso assim. Hoje cedo resolvi tentar uma coisa, como vocês podem ver o blog agora é .com e não mais .blogspot.com, comprei um domínio pra ver se eu me animo, sei lá, o endereço fica mais bonitinho, qualquer coisa. E não deu nada certo, tipo, nada mesmo, então foi mesmo quase o fim, mas o amigo Guilherme Miari apareceu e me ajudou, ele provavelmente salvou o blog sem nem saber disso, sem nem saber o que estava acontecendo, não sei como agradecer tanta disponibilidade e boa vontade, obrigada Miari! Queria dar a notícia de forma diferente, mais feliz, mas infelizmente o momento não era de felicidade, e seria egoísta e ridículo da minha parte se viesse com falsas felicidades e histórias, não gosto disso, gosto de transparência, sempre prezei isso aqui, e essa sou eu, pessoa que gasta todos os dias um tempinho, ínfimo que seja, pra escrever pra vocês, mas que tem muitos picos de humor e isso é constante. Sou uma pessoa extremamente difícil de lidar, e eu sei disso, não me orgulho e sempre tento mudar, mas parece que não dá, que tá impresso nos meus nervos, no meu cérebro.

  O que eu quero escrevendo tudo isso aqui é apenas desabafar, contar a verdade, mostrar minha cara, por que, por pior que seja, essa é a minha cara, o meu jeito. Nada na vida são só flores e eu sei disso, longe de mim parecer vítima, por que não sou. Não quero ser coitadinha nem nada parecido, só quero contar o que acontece comigo, acho que vocês tem que saber, me conhecer, preciso disso, me entendem? Escrever me faz bem, descobri isso a pouco tempo, desde que comecei o blog, mas deve ser uma das coisas que me fazem melhor.
  Vamos ver se um domínio próprio ajuda na minha motivação, no meu ânimo. 

  Um super beijo Poison Make-Up!


Bju bju, Jú Vaz Tostes.

Pin It now!

6 comentários:

  1. Parabéns pelo domínio!!! E não pare de escrever pois eu sei o bem que te faz, mesmo te aporrinhando as vezes!

    :D

    ResponderExcluir
  2. Gateza da minha vida! Também te parabenizo pelo domínio pois sei que é algo que vc queria há algum tempo... Com relação a todo o resto, sim é frustrante mas, como o Jafé disse, se te faz bem prossiga... Não espere agradar gregos e troianos mas sim, se agrade! Te amo mtão e qlqr coisa é só gritar =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bru!
      Nunca esperei isso, você sabe que meu foco nunca foi agradar a todos, por que eu não consigo e também não quero. Você me conhece bem, sabe como essa sua 'irmã' aqui é temperamental, metódica e perfeccionista.
      Muito obrigada pequena!

      Um super beijo Poison Make-Up!

      Excluir
  3. Oi Júlia! Parabéns pelo domínio próprio! :)
    Acho que sua maior frustração é o seu curso. Sinceramente... Foi só a greve acabar e você desabou! Desanimou geral!!!
    Você tem que ver bem isso porque continuar uma coisa por continuar não vai te ajudar em nada, não vai te fazer feliz. Mudanças são muito difíceis mas às vezes são necessárias. É difícil se decidir pelo curso porque é uma universidade federal? Você não passou numa Federal por SORTE, passou porque é uma pessoa muito inteligente, dedicada e estudiosa. Você passa de novo em algo que realmente queira! Você é ainda muito nova pra ter tanto medo de mudar! Você tem uma vida inteira pela frente e DEVE buscar a felicidade, a satisfação em tudo que faz, independente da opinião alheia. Ninguém vai acordar todo dia cedo e trabalhar no seu lugar depois que você estiver formada. Vá atrás de um teste vocacional, fale com profissionais mas para minha pessoa (leiga que sou) está claro que toda essa frustração vem da sua área profissional.
    Você é linda, jovem, cheia de vida!!! Você ama isso aqui!!! Lembra quanto tempo você pensou antes de criar o Blog, quanto você ficou animada quando montou do seu jeito??? O Poison cada dia cresce mais e é uma coisa que te faz realmente feliz, realmente quem você é...
    Não deixe isso morrer! ACORDA MENINA!!!! <3
    Te adoro e conte comigo, SEMPRE!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Pê!
      É difícil tomar uma decisão quando eu não sei nem o que eu quero. Eu gosto do curso, mas não sei se gosto de fazer o curso, não posso dar aloka e largar tudo, por que eu não sei se quero isso. É difícil, acaba que tudo é um somatório, nada na nossa vida é um acontecimento isolado, é difícil estipular o que e quanto te afeta, pelo menos pra mim.
      E vou largar pra fazer o que se eu nem sei o que quero? É complicado sabe... Às vezes vai ser só uma forma de mudar o foco do problema, mudar o problema de lugar, não sei.
      Continuo aqui, de boa, mas só enquanto eu achar saudável, enquanto isso me fizer bem, por que se não for legal para os dois lados, que não seja.
      Com o tempo a gente, vê que nem nós mesmos nos conhecemos de verdade, nossa cabeça é mesmo uma coisa fantástica e assustadora as vezes.
      Agradeço pela força e pelos conselhos, de coração.

      Um super beijo Poison Make-Up!

      Excluir

Fala comigo Diva!
Tem algum espaço, blog ou afins? Deixa pra mim no fim do comentário! Adoro novidades e trocar figurinhas!

:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...