quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Da série: Sumi, mas tenho motivo

  Hey Divas!

  Há quem tenha reparado que faz um bom tempo que não posto nada por aqui. Acho de extrema deselegância sumir e não dar satisfação, mas está sendo uma época de muito aprendizado e auto-avaliação. Época de provas? Sim, no começo sim, mas depois percebi que ficar sem postar estava sendo legal, que eu estava muito 'de boa' com minha situação. As provas acabaram, e nem assim eu quis voltar, algumas pessoas me perguntaram e eu dava a desculpa de que estava atarefada, mentira, tava nada, tô é de saco cheio mesmo. Não gosto de hipocrisia e na maioria das vezes sou franca até demais, então pra que arrumar desculpa, pra que escrever se eu não estava com vontade? E já vou avisando, o post vai ficar extenso, então só rola ler quem não tiver muito o que fazer, quem estiver interessado em saber o que aconteceu ou quem curte ler o que escrevo, mas pfvr, sem reclamar que ficou grande e blá blá blá, faz tempo que estou com muita coisa entalada na garganta e achei que nunca ia conseguir explicar ou explicitar (vomitar também seria adequado), mas do nada, como a coisa mais normal do mundo, hoje me sentei na frente do pc com vontade -necessidade- de falar tudo.
  Acontece que quando você vê as coisas de fora tudo é lindo e cheira a flores, aí você começa a acompanhar e a gostar muito de determinado assunto, tipo paixão mesmo, e é super natural que você queira isso para a sua vida, aí você resolve criar um blog sobre maquiagens que com o tempo se torna um blog com tudo que você gosta, um assunto aqui e outro ali e com o tempo o lugar parece sua casa. Mas também como tudo na vida, depois de um tempo a gente conhece a real, no começo suportamos na boa, por que afinal, o que não tem contras? Até que você realmente começa a enxergar toda a sujeira por trás do seu -conto de fadas- que de fadas não tem nada.
  Me sinto uma completa imbecil, tentando o tempo todo mostrar a verdade, falar na real mesmo o que cada produto tem de bom ou de ruim, mostrando meus looks, falando do que gosto e dando minhas opiniões. Tá tudo certo Júlia, por que imbecil? Isso não é o correto? É aí que está, é sim o correto, e era o que devia acontecer, afinal, um blog serve pra que? Pra vender espaço pra propaganda, pra fazer publi sem sinalização, pra fazer os leitores de imbecis, pra dar 'aquela dica de amiga' e pra tudo mais onde a palavra imbecil sirva nos leitores. Me sinto mal por mesmo sem fazer parte 'desse mundo' acabar fazendo sem querer. Me sinto mal por depois de ler uma resenha ser obrigada a parar pra pensar e ler ou assistir tudo de novo pra tentar perceber se a pessoa está sendo honesta ou não. Me sinto mal por você dizer que tem um blog e a pessoa já te olhar com aquela cara de riso como se estivesse dizendo: 'Pessoa a toa'. Eeeeei! Pera lá! Não vivo do Poison e nem é minha ambição viver, ralo pra caralho (perdoem o palavrão) para me formar e faço tudo aqui com carinho, com amor e com nenhum outro objetivo sem ser trocar informações.
  Meu blog é novo, mas acompanho blogs há relativamente bastante tempo e o que estou vendo acontecer com a 'blogosfera' não é algo que me deixe feliz nem que me motive continuar. Não há nada de errado em você ganhar dinheiro com o que gosta, pelo contrário, deve ser a melhor coisa do mundo! Mas dói ser sincero? Dói não fazer os leitores de palhaço? Dói respeitar quem perde algum tempo lendo o que você posta? Ter um blog virou sinônimo de 'fazer dinheiro fácil', um meio onde na verdade poucas pessoas tem credibilidade e poucas dicas são verdadeiras. Não gosto de generalizar e nem estou fazendo isso, mas hoje em dia dos blogs que sigo, pouquíssimos eu realmente confio e isso é uma coisa que chega a me deixar triste, todo dia aparecem vários blogs novos e eu gosto muito de conhecer coisas novas, mas é incrível como depois de uns 2 meses que o blog ficou famosinho as coisas mudam, é vídeo de favoritos do mês, de produtos -lindos que você não pode viver sem- da caixinha que chegou de loja tal... e gente, me fala quem tem 1001 itens favoritos em um mês, por favor, é meio demais né?? Realmente precisa disso? 
  Se você mantém seu caráter e confiabilidade do seu blog você está sendo recalcada por que não tem patrocínio e mimimi. Se você resenha um produto que não é bom e você fala isso você também está sendo recalcada. É isso que acontece quando você tenta fazer a coisa certa, foi a isso que toda essa prostituição levou, ou você se vende, ou aceita as plaquinhas que vão pendurar em cima do nome do seu blog. Mas não tem nada errado, por que o que importa é lotar seu blog de patrocínios, um blog 'alternativo' não tem nada de interessante, não é mesmo? O problema não está em você receber coisas e fazer propaganda, o problema está em como as pessoas lidam e como se vendem fácil.
  Não estou falando mal de nenhum blog, por que quem sou eu pra julgar isso, eu só acho que se carrega o nome de opinião, devia ser pessoal e invendável, e juro, fico até meio boba quando vejo blogueiras que eu admirava 'vendendo dica de amiga' pra depois a marca lançar a tal 'dica de amiga' em uma forma mais prática, como se estivesse dizendo 'se você não quiser dor de cabeça tendo que preparar tudo e fazer bagunça, coincidentemente a marca X faz pra você! Não é lindo?' e todo mundo fica feliz, você mais uma vez compra um produto pra ficar parado ocupando espaço na prateleira por que na verdade não é nem um décimo do que você ouviu falar, mas é assim mesmo, os resultados mudam de pessoa para pessoa.
  Geeente, que mundo é esse? Por favor para que eu quero descer, juro. Vai mudar? Sinceramente eu acho que não, mas o fato é que eu não sei se eu quero, se eu tenho estômago pra continuar vendo toda essa sujeira, mas ao mesmo tempo acho injusto eu não continuar, acho errado eu deixar de fazer algo por causa da atitude de gente que eu nem conheço. Sei que estou meio enojada disso tudo e cada dia que passa vejo mais coisa errada e tenho mais vontade de estar longe. 
  Admiro muito a galera que tem coragem de dar a cara a tapa e denunciar essa cachorrada, fico feliz que existam pessoas que não tem medo de cara feia. Uma coisa que eu fico pensando sempre é que será que essa galera sabe o mal que podem estar causando a pessoas que elas nem sonham que existem? Que compulsividade é uma doença e que com certeza elas tem muita gente que as seguem que tem essa doença e ficam só a espera do novo 'produto milagroso que você não pode mais viver sem' do dia pra poder comprar e tentar resolver todos os problemas da vida? Que isso além de imundo é crime? Que a vida delas não é perfeita e que todo mundo tem problemas, espinhas, olheira e marcas no rosto e que é meio loucura fingir que vive em conto de fadas? Que a vida não é só look do dia e que você pode viver muito bem sem a mais nova -it tendência- que em menos de 10 dias está estampada até na estátua da liberdade? Como que dorme de noite?
  Ainda existem blogs em que confio? Claro! E é isso que me motiva, tenho grandes exemplos que salvam a pele dos blogs, que me divirto muito acompanhando e que faz valer a pena continuar com meu bloguinho, que é pequeno, totalmente amador, com poucos seguidores, mas que eu tenho certeza que faço de tudo pra ser verdadeiro, e que em tudo que eu faço eu coloco uma dose extra de amor, por que se tem amor, não tem espaço pra nada ruim.
  Um pouco mais de verdade e caráter, por favor.

Bju bju, Jú Vaz Tostes.

Pin It now!

5 comentários:

  1. Eu criei um blog pra postar as coisas que uso,o que faço no cabelo o que penso dos produtos, nao tenho patrocínio de nada e faço por prazer,mas tem muito blog que tem marcas e elas precisam honrar com isso.Tem blog de meninas que usam coisas super caras,e tipo nao tenho condição de comprar um creme de cabelo de 300,00 elas usam por que ganham e recebem pra usar e falar bem deles. Acredito que exista muita menina por aí que compra tudo com seu proprio dinheiro e coloca a cara a tapa pra mostrar e falar o que pensa.Desse tipo tá ficando cada vez mais raro.
    Tem muita gente só com a 'capa' e por traz de tudo nao tem opinião propria.
    http://temposmodernosjoyce.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joyce!
      Esse também foi meu objetivo quando criei o Poison e é até hoje. Acho que o negócio do produto caro ou barato é o de menos, desde que seja verdadeiro sabe? Se o produto for super caro mas cumprir muito bem o que promete, tem que ser resenhado assim como se ele for caro e ruim, o que importa é a transparência. Tem gente que paga e tem gente que não, eu me encaixo no segundo grupo, pra comprar um produto muito caro ele tem que praticamente fazer milagre, hehehe.
      Acredito também que tem quem compre tudo o que resenha, eu sou uma dessas, mas não desvalorizo quem recebe os produtos, desde que dê sua real opinião e infelizmente você está certa, está ficando cada vez mais raro.
      É muito triste ver o que era pra ser um excelente veículo para troca de opiniões virar comércio, e dos mais sujos que tem.
      Obrigada por comentar, é bom saber que não sou a única a pensar assim!

      Bju bju!

      Excluir
  2. Típica mulher na TPM querendo desabafar. Critica a atitude das outras blogueiras, mas no fundo queria ganhar rios de dinheiro. Sim, você estuda e tem provas, fica sem tempo e tal, se dedica. Mas enfim, com certeza iria gostar de ser reconhecida financeiramente como blogueira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Acho que se você leu o texto todo, provavelmente pulou alguma parte, a que eu deixo bem claro que eu não vejo problema nenhum em ganhar dinheiro com seu blog, deve ser muito bom se sustentar daquilo que gosta. O problema é fazer os leitores de palhaço, isso sim é grave. O problema é não estar nem aí pra quem valoriza seu trabalho, é ganhar dinheiro a qualquer custo.
      Provavelmente a gente não se conhece, por que você saberia que não, essa não é minha ambição, por que se fosse, pode ter certeza que eu largaria a minha faculdade que ocupa meu dia TODO e me dedicaria ao blog, por que sei que nada cai do céu. Mas gostaria sim que o Poison fosse reconhecido, por que tudo que faço aqui é com muito carinho e totalmente sem ganhar nada, faço por que eu gosto mesmo pode ter certeza. Meu interesse sempre foi trocar informações por que sempre acreditei nisso, por que adorava quando era mais nova poder pesquisar em blogs o que era legal e o que era só propaganda, e foi isso que resolvi fazer aqui.
      Você pode ter certeza que isso não é TPM, sei separar meus problemas pessoais das coisas que posto aqui, e me diga flor, que TPM duraria um mês? Se você tem dessas devia procurar um médico, isso não é normal.
      Gostaria de salientar novamente, já que você deve ter pulado algumas partes do texto, que meu intuito em escrever não foi nem de longe falar mal de outras blogueiras, e sim expressar o que eu estava sentindo, isso sim é importante no momento, dar satisfação pra quem acompanha o blog. Cada um faz o que acha certo na sua vida, a gente só não pode esquecer que nossas atitudes repercutem na vida de outras pessoa, em umas mais em outras menos, mas o fato é que não vivemos sozinhos e explorar quem acredita em você é sim influenciar muito perversamente, e se o fato de 'eu só faço para os outros o que eu acharia certo que fosse feito comigo' não for suficientemente, acho que pensar que é CRIME é válido também, e um dia a galera vai descobrir um jeito de fiscalizar essa sujeira. Me sinto indignada como pessoa, que um dia acreditou cegamente na credibilidade de blogs. Só isso.
      Bju bju!

      Excluir
  3. (Anie Tavares) -----> Senhor anônimo que não deu a cara a TAPA já começa com comentário machista! Se rola um desabafo é por causa de TPM. Já vai nos poupando do preconceito, senta ali no cantinho. Agradecemos...Se atente para o principal da questão: meninas que eram legais e autenticas transformando-se em influencia fútil, ganham produtos de GRAÇA que são caríssimos e prometem milagres, como se aquilo fosse uó do borogodeixon. Você passa pelos blogs famosos e todos estão elogiando o mesmo produto (MAS É PURA DICA DE AMIGA!) DA ONÇA....E elas se esquecem do principal para estar inclusive dentro da lei: DIZER QUE A P*&&¨DO POST É PATROCINADO.Gostaria que alguma delas presenciasse alguma cena de menina adolescente fazendo birra com a mãe sem entender porque não pode comprar benefit, mac ou produtos absurdos a preços inacessíveis no país.Queria ver se se sentiriam ainda as lindas e poderosas sabendo a repercussão que esse patrocínio camuflado pode causar. Para mim não passam de pão embolorado. Mas aqui, o bolor tem que ter a mesma estampa ok? Todo mundo de uniforminho da modan. E o mais triste de tudo além da desonestidade, a autenticidade jogada no lixo. Vestir-se e maquiar-se por prazer e não por status não é mais 'moda'. A moda agora é mais do mesmo. Tudo patrocinado e publicado sem ser sinalizado. CRIME!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Fala comigo Diva!
Tem algum espaço, blog ou afins? Deixa pra mim no fim do comentário! Adoro novidades e trocar figurinhas!

:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...