segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Shampoo sem sulfato: Limpa mesmo?

  Hey Divas!

  No post sobre Low e No Poo (aqui) disse que faria vários outros posts complementares, e aqui estou eu para falar mais sobre shampoos sulfate free
  Como disse no post anterior sobre cabelos, shampoos sem sulfato são shampoos com surfactantes leves. 'Beleza, mas e aí, o que são surfactantes?' De acordo com o Wikipedia: "Surfactante é uma palavra derivada da contração da expressão 'surface active agent', termo que significa, literalmente, agente de atividade superficial. Outro termo em português que designa o mesmo tipo de substância é tensoativo. O surfactante (ou tensoativo) é um composto caracterizado pela capacidade de alterar as propriedades superficiais e interfaciais de um líquido."
  Os surfactantes são moléculas que possuem atividade detergente compostas por duas diferentes partículas: uma com grande afinidade por água (hidrofílica) e a outra sem afinidade por água (hidrofóbica). Então quando se dissolvem na água, reduzem a tensão superficial da água (devido ao balanço de forças entre moléculas na superfície do líquido) e aumentam a solubilidade de compostos orgânicos, fazendo com que, óleos e silicones insolúveis por exemplo, se 'misturem' na água, e por isso tem atividade detergente. Os surfactantes são usados na indústria de diversos setores como aditivos para fórmulas de produtos de cuidados pessoais e produtos de limpeza, são encontrados em: cremes dentais, sabonetes,  enxaguantes bucais, creme de barbear, produtos de limpeza de pele, removedores de maquiagem, rímel,  protetores solar, detergentes, sabão em pó, removedores de manchas...
Técnica Low Poo


  Então recapitulando, o que limpa do shampoo é o surfactante e os surfactantes mais utilizados nos shampoos convencionais são os sulfatos, nos shampoos sulfate free são usados surfactantes mais leves. Ok.
  'Então quer dizer que shampoo sulfate free (sem sulfato) é mais suave do que shampoo com sulfato?' Não exatamente. Há shampoos sem sulfato tão fortes quanto os que tem Sodium lauryl sulfate (SLS- sulfato vilão que falei aqui).
Shampoo sem sulfato
  Existem vários tipos de sulfatos, mas os que citarei são os mais comuns e são considerados os mais agressivos: Sodium lauryl sulfate-SLS, Sodium myreth sulfate, Ammonium lauryl sulfate-ALS, Ammonium lauryl ether sulfate-ALES, Sodium lauryl ether sulfate/SLES (ou sodium laureth sulfate), Sodium myristyl sulfate, Sodium coco/Cocoyl sulfate (derivado da combinação de óleo de coco com Sodium lauryl sulfate, mais suave). Então se o produto tiver algumas dessas substâncias ele não é um shampoo sem sulfato. 
  Tem um documento aqui que é muito completo e é atualizado sempre, lista todos os componentes- tanto nos shampoos como nos cremes em geral- liberados e proibidos para as técnicas, vale muito a pena consultar sempre que for comprar um novo shampoo ou creme. Parabéns pra quem criou e atualiza, ajuda muito.
  Informações pertinentes: 
  • Os sulfatos sulfosuccinates como o Sodium lauril sulfoacetate e Dissodium laureth sulfoccinate são bastante diferentes dos listados, são mais suaves e podem ser encontrados em shampoos sulfate free. 
  • O Magnesium sulfate, é um sulfato, mas não é um surfactante (detergente). 
  • O Sodium lauroyl sarcosinate, apesar do nome, não é um sulfato.
  • Olefin sulfonate não é um sulfato, mas é tão forte quanto o SLS. Então quando encontrada na composição de algum shampoo sulfate free podemos saber que esse shampoo é tão forte quanto um convencional.
  Uma das questões que mais me intrigavam quando comecei a pesquisar sobre o Low Poo era o pH, como (e se) ele influenciava no ressecamento dos fios, então imagino que deve ser um questionamento normal. O pH não determina a suavidade do shampoo, há shampoos anti resíduos que tem o pH próximo ao pH natural dos fios (em torno de 4,5-5) e há shampoos sem sulfatos com pH em torno de 6-6,5. O que determina na real a suavidade do shampoo é a capacidade de remoção de oleosidade. Quanto mais óleo for removido pelos tensoativos mais forte ele será.
Shampoo sem sulfato pH
  Mesmo o pH não determinando a suavidade, de alguma forma influencia, o pH ideal dos shampoos sulfate free é em torno de 4-7, pHs acima de 7 ressecarão o cabelo mesmo sem sulfatos em sua composição.
  Como falamos no último post da série, a principal função de qualquer shampoo é a limpeza dos fios e do couro cabeludo e para isso é necessário que na composição tenha surfactantes, mas existem vários grupos:
  • Tensioativos Aniônicos: São os surfactantes com maior poder de remoção da oleosidade natural (e que por isso são mais agressivos aos fios) são os de carga negativa, que são os presentes nos shampoos com sulfatos. São mais eficientes na 'limpeza' dos cabelos porque são repelidos pelos fios, que tem carga um pouco negativa, e duas cargas negativas se repelem. 
  Alguns exemplos: Sodium lauryl sulfate, Sodium lauryl ether sulfate, Ammonium lauryl ether sulfate, Ammonium lauryl sulfate ...
  • Tensioativos Catiônicos: Tem carga positiva e pela carga oposta à natural dos cabelos são mais eficazes para condicionar do que para higienização, por que cargas opostas se atraem.
    Exemplo: Cetrimonium chloride.
  • Tensioativos não Iônicos: Tensoativos com carga neutra. São os que normalmente não causam irritações na pele nem ressecam os cabelos. Mas esses tensoativos tendem a não fazer uma limpeza tão eficaz quanto os catiônicos. Então necessita excluir totalmente da rotina capilar substâncias que sejam difíceis de serem removidas, como silicones e óleos minerais por exemplo.
  Alguns exemplos: Sorbitol esters e Ethylene glycol... 
  • Íon dipolar: Além desses citados existe também um tensoativo “híbrido” (zwitterionic ou “íon dipolar”), que é o presente na maioria dos shampoos sulfate free e que limpam o cabelo com a mesma eficácia dos shampoos convencionais, mas delicadamente sem prejudicar a saúde dos fios. Esse surfactante é um composto eletricamente neutro, mas que possui cargas opostas em diferentes átomos (tem a carga negativa dos sulfatos e a carga positiva que faz com que ele agrida menos os fios e o couro cabeludo).
Shampoo sulfate free
  Podemos citar como exemplos do tensoativo usado nos shampoos sulfate free: Cocamidopropylbetaine, Cocamidopropyl betaine, Cocobetaine, Cocabetaine.
  Mesmo a limpeza feita na rotina no poo (que não utiliza nenhum tipo de shampoo) pode remover os silicones se na composição do higienizador em creme tiver um desses tensoativos híbridos. Mas caso no seu higienizador não tenha nenhum desses surfactantes (tensoativos) não precisa sofrer e nem fazer a louca e jogar tudo fora, pode ser misturado ao higienizador o anfótero betaínico (encontrado em lojas que vendem produtos para cosméticos artesanais e em farmácias de manipulação). Mas cuidado ok? Surfactante em excesso pode danificar seus fios muito mais que um shampoo que contenha sulfato.
  Para a técnica Low Poo é sugerido o uso de produtos que tenham na composição: Disodium EDTA, Citric acid (ou extratos de plantas), além de opções que contenham Cocamidopropyl betaine, Dodecyl polyglucoside (é melhor que contenham os derivados de laurilpoliglucose, PEG-120 e PEG-150), Dissodium laureth sulfoccinate (parcialmente liberado), Sodiem lauryl sulfoacetate (parcialmente liberado), Sodium lauroyl sarcosinate...
  Mas gente, sempre gosto de falar que o que importa mesmo, mais que as 'regras' das técnicas, é sua satisfação com o seu cabelo. Se você não se adequou direito em nenhuma das duas técnicas, crie a sua, observe do que seu cabelo gosta, o que de cada técnica deixa ele mais bonito, qual a frequência que deve ser lavado, quais produtos ele gosta. Se sentiu o cabelo muito pesado com o No Poo, tente misturar as duas técnicas, tente um dia fazer co-wash e no outro lavar com shampoo sulfate free, não precisa ficar sofrendo por não ter dado certo com determinada técnica, pode ser que com o tempo seu cabelo se acostume, para algumas pessoas leva um certo tempo, então de o tempo que seus fios precisam, ok? 
Shampoo sem sulfato- Low Poo
  Com certeza é mais difícil achar shampoos sulfate free, mas não é impossível. No link da lista de compostos liberados que deixei acima tem um link para uma lista de produtos liberados, então é só dar uma olhadinha na lista e procurar nas perfumarias e drogarias. Eu uso o Oro Argan da Bioderme (que é muito bom) e um que eu mesma fiz com sabonete glicerinado e mel (que também é muito bom por sinal), mas falo de ambos e próximos posts. Marcas como Phytoervas e Bioextratus já tem shampoos sulfate free, mas tem que ficar ligado nas composições. Sempre que tenho alguma dúvida corro para o grupo No/Low Poo Iniciantes (já falei que é um grupo maravilhoso né?) e dou uma olhadinha nos álbuns, é tudo muito organizado (álbum de shampoo liberados).
Shampoo sulfate free
  Aí algumas pessoas devem estar se perguntando, mas será que essa parada de shampoo sem sulfato e de Low Poo realmente funcionam? Será que dão resultados mesmo? Eu falo por mim, meu cabelo melhorou umas 200 vezes, ficou muito mais macio, definido, e com menos frizz, parece outro cabelo. Há quem diga que é tudo mentira, que esse negócio de cronograma capilar e o Low e No Poo são enganação, mas eu não posso negar e nem omitir os fatos, é muito visível o quanto meu cabelo está mais saudável (você pode tirar suas próprias conclusões aqui). 
  Claro que mudei completamente meu conceito de cuidados, não foi só a mudança do shampoo convencional para o sulfate free, foi inclusive a mudança da forma como eu via meu cabelo(falei aqui, aqui e aqui), mas boa parte da mudança sei que foi pelo  shampoo, claramente os tratamentos do cronograma capilar passaram a durar mais nos fios. E mais, a gente vive mudando de shampoo, condicionador, filtro solar, desodorante... por que não dar uma chance ao shampoo sem sulfato e para novo conceitos de cuidados com o cabelo? ;)

  Como esses posts sobre cabelo são uma série, é bom ler:

Pin It now!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala comigo Diva!
Tem algum espaço, blog ou afins? Deixa pra mim no fim do comentário! Adoro novidades e trocar figurinhas!

:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...